É um estudo fascinante! Boa Leitura! ENCONTRE seu assunto preferido em " MARCADORES" na lateral dir

É um estudo fascinante! Boa Leitura! ENCONTRE seu assunto preferido em " MARCADORES" na lateral dir
Informações: helofontoura@hotmail.com

sábado, 19 de junho de 2010

15 - ALIMENTOS e suas FUNÇÕES - ALIMENTOS que prolongam a vida - VITAMINA e os Alimentos - Grão de Bico quem diria.- Inhame nosso conhecido - site unifesp - Ghee a manteiga boa (receita) - Memória em dia: alimentos que estimulam o cérebro - Aprenda a combinar nutrientes - Coma mais alho e cebola e proteja a sua saúde Eles fortalecem as defesas, controlam o diabetes e protegem o coração. - PEPINOS


Alguns itens neste tópico
FRUTAS, GRÃOS  RAÍZES, CHÁS,COGUMELO,SEMENTES, alimentos que prolongam a vida, Vitaminas e Alimentos - GRÃO DE BICO - INHAME - alimentos que estimulam o cérebro- ALIMENTOS QUE SE DEVE TER EM CASA – Ghee gordura saudável aprenda a fazer - Coma-mais-alho-e-cebola-e-proteja-a-sua-saúde – Banana - PLANO DE 10 ETAPAS PARA NUNCA MAIS FAZER DIETA - Omega 3 – Farofa de sardinha Triptofano – Selênio – ALICINA –pepino - Minerais no Solo Brasileiro: Influência do Solo na Dieta


Várias são as dicas de Alimentos. Muitos sites e variações de informações.
- Por que variam ? Porque cada região tem seu alimento.
- Porque os alimentos são classificados por regiões, em diferentes estações do ano, diferenças no solo ... na química colocada. ... E MUITOS DOS ESTUDOS VEM DE FORA DO BRASIL E OU DE UNIVERSIDADES QUE PLANTAM SEM AGROTÓXICOS EM SOLOS ESTUDADOS PARA CADA TIPO DE ALIMENTO.


Uma forma simples de acertar:
Quando for ao supermercado pergunte-se ao pegar um alimento:
Isso é alimento, é comida? 
Vem de fonte natural? Uma bolacha não vem de fonte natural, por exemplo.
Uma laranja vem de fonte natural. Um suco de laranja envasado com conservantes, corantes não é de fonte natural.
É da minha região? É da época? 
Por que? Por exemplo: o esquimó come alimentos gordurosos da região deles.
No final desta página colocando um texto que coloca sobre alguns minerais e suas regiões. 
- Minerais no Solo Brasileiro: Influência do Solo na Dieta
============ ========= ========= ========= ======

PLANO DE 10 ETAPAS PARA NUNCA MAIS FAZER DIETA

1 - Comer devagar. Mastigue várias vezes, isso vai ajudar seu corpo e células aproveitarem mais os nutrientes.
  Comer muito rápido faz você comer mais do que necessita. O estômago demora cerca de 20 minutos para mandar um sinal para o cérebro. Comendo devagar, o cérebro tem tempo de receber a mensagem de que seu corpo está satisfeito.

2 - Garfadas menores.. O paladar está na superfície da língua. Se a sua boca está cheia de comida, você nem sente o gosto.

3 - Concentre-se na comida. Comer em frente à TV ou no carro faz o momento se tornar irrelevante. A falta de atenção faz com que se coma demais.

4 - Apóie o garfo no prato. Se ainda tem comida na sua boca, coloque o garfo no prato. Não o encha novamente até que tenha engolido.

5 - Sirva a comida em pratos pequenos.. Isso resolve dois problemas de uma só vez: o de lavar a louça e o fato de você comer com os olhos.

6 - Dizem que comida sem gordura engorda. Foque em gorduras saudáveis como por exemplo, um bom azeite colocado sobre a comida já no prato.Comidas sem gordura não satisfazem e contêm mais açúcares.

7 - Se não for comida, não coma. Nosso corpo sabe o que é comida de verdade: carnes, frutas, verduras. Invenções como coca-cola causam problemas de saúde e de sobrepeso. As células tem dificuldade para reconhecer e tirar nutrientes de produtos que na realidade não contém nutrientes.

8 - Coma em etapas. Coma a salada primeiro. Isso ajuda a ganhar tempo à mesa e previne que você coma rápido e em grande quantidade.

9 - Gordura é necessária na dieta.. Seu corpo e cérebro necessitam de gordura para serem saudáveis. Você come uma quantidade normal de gordura quando come alimentos de verdade, como manteiga, azeite, ovos, castanhas e queijos.

10 - Alta qualidade da comida leva a comer menos quantidade.

============ ========= ========= ========= ======

Recebi de um amigo.

Maçã
Protege o seu coração
Evita constipação
Bloqueia a diarreia
Melhora capacidade dos pulmões
Amortece as articulações

Damasco
Previne o câncer
Controla a pressão arterial
Protege a sua visão
Protege contra a doença de Alzheimer
Retarda o envelhecimento

Alcachofra
Ajuda na digestão
Baixa o colesterol
Protege o seu coração
Estabiliza o açúcar no sangue
Protege contra doenças do fígado

Abacate
Combate as diabetes
Baixa o colesterol
Previne as tromboses AVC
Controla pressão arterial
Suaviza a pele Só de potássio, o abacate tem 485 miligramas em cada cem gramas do fruto. É o dobro da banana.  Evita doenças crônico-degenerativas, processos alérgicos, processos reumáticos, doenças auto-imunes.

Banana
Protege o seu coração
Atenua a tosse
Fortalece os ossos
Controla a pressão arterial
Bloqueia a diarreia

Feijão
Evita constipações
Atenua a hemorroida
Baixa o colesterol
Previne o câncer
Estabiliza o açúcar no sangue

Beterraba
Controla a pressão arterial
Previne o câncer
Fortalece os ossos
Protege o seu coração
Ajuda a perder peso

 Baga de Mirtilho
Previne o câncer
Protege o seu coração
Estabiliza o açucar no sangue
Estimula a memória
Evita a Constipação 

                                   











  Wikimedia Commons     
Brócolos
Fortalece os Ossos
Protege a Visão
Previne o câncer
Protege o seu coração
Controla a pressão arterial

 Couve
Previne o câncer
Evita a prisão ventre
Ajuda a perder peso
Protege o seu coração
Atenua a hemorroida

Melão
Protege a Visão
Controla a pressão arterial
Baixa o colesterol
Previne o câncer
Fortalece o sistema imunológico

Cenoura
Protege a Visão
Protege o seu coração
Evita a prisão de ventre
Previne o câncer
Ajuda a perder peso

Couve-Flor
Previne o câncer da Próstata
Previne o câncer da Mama
Fortalece os ossos
Elimina escoreações
Previne a doença do coração

Cereja
Protege o seu Coração
Previne o câncer
Acaba com as insônias
Tarda o envelhecimento
Protege contra a doença de Alzheimer

Castanha
Ajuda a perder peso
Protege o seu coração
Baixa o colesterol
Previne o câncer
Controla a pressão arterial

Pimentão picante
Ajuda na digestão
Suaviza as dores da garganta
Remove abcessos
Previne o câncer
Fortalece o sistema imunológico

Figo
Ajuda a perder peso
Previne as tromboses AVC
Baixa o colesterol
Previne o câncer
Controla a pressão arterial

PEIXE
Protege o seu coração
Estimula a memória
Protege o seu coração
Previne o câncer
Fortalece o sistema imunológico

Linho
Ajuda a digestão
Combate as diabetes
Protege o seu coração
Fortalece o cérebro
Fortalece o sistema imunológico

Alho
Baixa o colesterol
Controla a pressão arterial
Previne o câncer
Mata bactérias
Combate Fungos

Toranja
Protege contra ataques cardíacos
Promove a perda de peso
Previne as tromboses AVC
Previne o câncer da Próstata
Baixa o colesterol
Uva
Protege a Visão
Previne pedra nos rins
Previne o câncer
Aumenta o fluxo de sangue
Protege o seu coração

Chá Verde
Previne o câncer
Protege o seu coração
Previne as tromboses AVC
Ajuda a perder peso 
Mata bactérias

Mel
Cura Feridas
Ajuda a digestão
Previne contra Úlceras
Aumenta a energia
Combate alergias

Limão
Previne o câncer
Protege o seu coração
Controla a pressão arterial
Suaviza a pele
Elimina o escorbuto

Lima
Previne o câncer
Protege o seu coração
Controla a pressão arterial
Suaviza a pele
Elimina o escorbuto

Manga
Previne o câncer
Estimula a memória
Regula a tiroíde
Ajuda na digestão
Protege contra a doença de Alzheimer

Cogumelo
Controla a pressão arterial
Baixa o colesterol
Mata bactérias
Previne o câncer
Fortalece os ossos

Aveia
Baixa o colesterol
Previne o câncer
Combate a diabetes
Evita constipação
Suaviza a pele

Azeite doce
Protege o seu coração
Ajuda a perder peso
Previne o câncer
Combate a diabetes
Suaviza a pele

Cebola
Reduz risco de ataque cardíaco
Previne o câncer
Mata bactérias
Baixa o colesterol
Combate Fungos

Laranjas
Fortalece o sistema imunológico
Previne o câncer
Protege o seu coração
Favorece a respiração
Elimina o escorbuto

Peras
Evita a Constipação
Previne o câncer
Previne as tromboses AVC
Ajuda a digestão

Ananás
Fortalece os ossos
Alivia a febre Ajuda a disgestão
Bloqueia a diarreia

Ameixas
Tarda o envelhecimento
Evita Constipação
Estimula a memória
Baixa o colesterol
Protege contra doença do coração
Arroz
Protege o seu coração
Combate a diabetes
Previne pedra nos rins
Previne o câncer
Previne as tromboses AVC
Morango
Previne o câncer
Protege o seu coração
Estimula a memória
Acalma o stress
Batata doce
Protege a sua Visão
Levanta a disposição
Combate o câncer
Fortalece os ossos
Tomate
Previne o câncer na próstata
Previne o câncer
Baixa o colesterol
Protege o seu Coração
Nozes
Baixa o colesterol
Previne o câncer
Estimula a memória
Melhora a disposição
Protege contra doenças do coração

Recebi de uma amiga
O mamão: é altamente digestivo (cada grama de papaína - fermento solúvel contido no fruto digere 200g de proteína); tem mais vitamina C que a laranja e o limão; contribui para o equilíbrio ácido-alcalino do organismo;
é diurético, emoliente, laxante e refrescante; cura prisão de ventre crônica comido em jejum, pela manhã, faz bem ao estômago é eficaz contra a diabete, asma e icterícia; bom depurativo do sangue; não pode faltar na alimentação da criança, pois favorece o seu crescimento.


Depois de comer-se o mamão, esfrega-se a parte interna da casca sobre a pele para tirar manchas, suavizar a pele áspera e eliminar rugas.


Mastigar de 10 a 15 sementes frescas elimina vermes intestinais, regenera o fígado e limpa o estômago. Comidas em quantidade, são eficazes contra
câncer e tuberculose.


Melhor que consumir frutos do supermercado (colhidos verdes e amadurecidos à força no carbureto), é colhê-los já maduros no pé, no próprio quintal pois além disso serão livres de agrotóxicos.
O consumo do mamão é recomendado pelos nutricionistas por se constituir em um alimento rico em licopeno (média de 3,39 mg em 100 gr), vitamina C e minerais importantes para o organismo.

Água
Ajuda a perder peso
Previne o câncer
Previne pedras nos rins
Suaviza a pele

Melância
Previne o câncer na próstata
Promove a perda de peso
Baixa o colesterol
Profª Lucieli Neves



7 alimentos que prolongam a vida
A fórmula da juventude pode ser servida à mesa. Com benefícios comprovados, estes poderosos nutrientes vão ajudá-la a melhorar a saúde e redobrar a disposição e o bem-estar. Bom apetite!

Por Marcia Di Domenico - Revista Claudia - 06/2007
1. TOMATE FORTALECE A MEMÓRIA
Já se sabe que ele é rico em licopeno, antioxidante que previne o câncer e impede a formação do mau colesterol. Mas um estudo recente, da Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos, comprovou que o tomate também é fonte de ácido ferúlico, que preserva os neurônios da degeneração provocada pelo stress oxidativo, protegendo contra os males de Alzheimer, de Parkinson e a demência senil. "Duas unidades por dia são suficientes para retardar o aparecimento dessas doenças em quem apresenta predisposição genética a elas", diz o endocrinologista Wilmar Accursio, presidente da Sociedade Brasileira de Antienvelhecimento. Como o fruto é um dos alimentos que mais retêm agrotóxicos em sua casca, prefira os orgânicos.

2. ALHO AUMENTA A IMUNIDADE
Rico em componentes que ativam o sistema imunológico e combatem vírus, bactérias e fungos que causam infecções, o alho pode agir como coadjuvante no tratamento de resfriados, gripes e aftas, por exemplo. "Além disso, graças aos compostos fitoquímicos (alicina e ajoeno), o alimento ajuda a baixar os níveis de açúcar no sangue e tem ação antioxidante importante no controle do câncer", afirma o endocrinologista Filippo Pedrinola, de São Paulo. Seus compostos ainda inibem a produção do mau colesterol e impedem a arteriosclerose - o espessamento da parede das artérias causado pelo depósito de gorduras. Para colher os benefícios, o médico sugere a ingestão diária de 600 a 900 miligramas de alho cru amassado (um dente grande ou dois pequenos).

3. FRUTAS VERMELHAS PROTEGEM CONTRA O CANCER
Amora, framboesa e morango contêm ácido elágico, que evita o envelhecimento precoce das células e a formação de tumores, segundo pesquisa da Universidade de Brasília publicada em 2006. Além disso, essas frutas têm flavonóides, com propriedades antiinflamatórias, antialérgicas e anticancerígenas. Nesse grupo, Jocelem Salgado, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais, destaca o mirtilo, que ajuda a reverter o declínio das funções cerebrais e previne cataratas e glaucoma. A nutricionista Vanderlí Marchiori, de São Paulo, sugere o consumo diário de duas taças com um mix de frutas vermelhas (de preferência, orgânicas), um copo de suco (vale usar frutas congeladas) ou duas xícaras de chá feito com as folhas.

4. CASTANHA-DO-PARÁ RETARDA O ENVELHECIMENTO
Ela é fonte de vitamina E e selênio, que colaboram para frear a produção de radicais livres, desacelerar o envelhecimento e reduzir o risco de doenças do coração. O mineral, ingerido em doses recomendadas (entre 55 e 70 gramas por dia), evita a propagação do câncer, atua no equilíbrio do hormônio da glândula tireóide e fortalece a imunidade. Um estudo conduzido por pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e professores da Universidade Federal do Acre comprovou a eficácia da castanha e de alimentos enriquecidos com farinha de castanha-do-pará na recuperação de crianças desnutridas na Amazônia. "Uma unidade por dia é capaz de suprir as necessidades diárias de selênio", diz Vanderlí Marchiori.

5. MAÇA ACALMA O ORGANISMO
O que não faltam são razões para consumir a fruta, de preferência com casca e tudo. Uma unidade contém 85% de água em sua composição e 5 gramas de fibras solúveis e insolúveis, o que significa entre 15 e 20% da dose diária indicada para que o organismo funcione bem. Mas o poder maior da fruta está na quercitina, fitonutriente que reduz os riscos de desenvolver doenças cerebrovasculares e câncer no estômago, fígado e pulmão, principalmente. Cientistas do Núcleo de Pesquisa em Alimentos Funcionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul descobriram ainda que as pessoas que comem pelo menos cinco maçãs por semana respiram e dormem melhor e apresentam menos probabilidade de ter problemas na garganta.

6. LINHAÇA CONTROLA A OSCILAÇÃO HORMONAL
O alimento é extremamente rico em ácidos graxos ômega 3, baixa o colesterol ruim e a taxa de triglicérides. Estudos recentes atribuem à linhaça propriedades que ajudam a controlar os hormônios. Ela amenizaria os efeitos da TPM e os fogachos da menopausa. "Além disso, a semente é um alimento biogênico, ou seja, é capaz de guardar informações genéticas para a formação de novos seres e, portanto, também funciona como um revitalizante poderoso das funções físicas e mentais", diz a química Conceição Trucom, autora do livro A Importância da Linhaça na Saúde (editora Alaúde). Ela recomenda ingerir uma colher de sopa da semente por dia, polvilhada sobre saladas ou iogurtes ou misturada a pães e bolos.


7. IOGURTE PREVINE DOENÇAS
O valor desse alimento está nos 6 milhões de bactérias probióticas por mililitro. "Além de equilibrar a flora intestinal, elas auxiliam no trabalho de absorção dos nutrientes", diz a endocrinologista Alessandra Rascovski, de São Paulo. No livro A Dieta Perricone - Aprenda a Perder Peso e Cuidar da Pele e da Saúde ao Mesmo Tempo (editora Campus), o dermatologista americano destaca que o consumo regular de alimentos probióticos previne infecções causadas por fungos, melhora a imunidade, controla o colesterol e reduz o risco de câncer. Um copo de iogurte por dia já traz todos esses benefícios desde que não tenha corantes, conservantes, espessantes nem adição de açúcar - tudo isso pode atrapalhar a sobrevivência das bactérias no organismo. O ideal é o feito em casa.

Vitaminas e Alimentos


Vitamina A
Fontes: Fígado, gema de ovo, iogurte, leite e derivados desnatados
Ação: Antioxidante, restaura e constrói novos tecidos, auxilia no tratamento de abcessos, furúnculos, acne e queda de cabelos.


Betacaroteno (precursor da Vitamina A)
Fontes: Abóbora, agrião, batata-doce, brócolis, cenoura, couve, damasco, espinafre, mamão, melão, pêssego, tomate.
Ação: Funções idênticas às da Vitamina A.


Vitamina C
Fontes: Abacaxi, acerola, agrião, caju, goiaba, laranja, limão, morango, salsão, pimentão, tangerina, tomate
Ação: Protege a pele da ação dos raios ultravioleta. Preserva a estrutura dos fibroblastos (fibras da musculatura) e colágeno.


Vitamina E
Fontes: Abacate, amêndoa, avelã, azeite de oliva, castanha do pará, cereais integrais, gérmen de trigo, pães integrais, repolho.
Ação: Antioxidante, protege a ação da Vitamina C


Magnésio
Fontes: Nozes, leguminosas, milho, cenoura e alimentos do mar
Ação: Melhora a troca entre as células, atua na formação de tecidos, participa da contração e relaxamento muscular


Selênio
Fontes: Grãos integrais, peixes, castanha do pará
Ação: Antioxidante, protege as células dos radicais livres, auxilia na firmeza dos tecidos.


Zinco
Fontes: Algas, ostras, leite e iogurte, carnes, grãos
Ação: Aumenta a ação de enzimas que combatem os radicais livres, fortalece o sistema imunológico


Licopeno
Fontes: Tomate, molho de tomate, suco de tomate, morango, goiaba, melancia
Ação: Antioxidante, atua na cicatrização de microcortes, previne câncer de próstata.


Omega 3
Fontes: Salmão, bacalhau, sardinha, atum, semente de linhaça
Ação: Melhora as reações inflamatórias e protege os vasos sanguíneos




Apesar de muito nutritivo, dificilmente encontramos receitas ou festividades relacionadas com o preparo e/ou consumo do grão-de-bico. Esse alimento não ocupa lugar de destaque no ranking das leguminosas mais populares entre os brasileiros e a explicação mais aceita para isso refere-se ao custo: o grão-de-bico pode chegar a custar até cinco vezes mais que o feijão!
.
Apesar de pouco consumida no Brasil, essa leguminosa é amplamente utilizada como ingrediente de pratos indianos e em diversas localidades do Oriente Médio, na forma de hummus, falafels e curries. Ele apresenta, em média, 20% de sua composição total de pura proteína. É uma dica valiosa para quem está querendo substituir a carne vermelha em seus menus: o grão-de-bico é uma rica fonte de proteínas que, quando combinado com um cereal integral (macarrão de trigo integral, arroz integral, etc.), tem sua biodisponibilidade potencializada no organismo.
.
Assim, esse alimento pode fornecer um teor de proteínas comparável ao de alimentos à base de carne ou de leite, sem os elevados valores calóricos ou altas quantidades de gordura saturada encontrada nesses alimentos. Outro destaque de sua composição é o elevado teor de fibras (12% da sua composição total), principalmente na casca, que auxilia no melhor funcionamento do intestino. Além disso, a ingestão do grão-de-bico também evita elevações rápidas dos níveis de açúcar no sangue após uma refeição. Isso ocorre porque ele proporciona uma queima mais lenta da energia adquirida pelo organismo, diminuindo assim os danos causados pela resistência à insulina, hipoglicemia ou diabetes.
.
O grão-de-bico também é considerado uma excelente fonte de manganês (mineral essencial que atua na síntese de diversas enzimas importantes, relacionadas à produção de energia e as defesas antioxidantes), molibdênio componente que “desintoxica” os sulfitos que, em pessoas sensíveis a eles, podem ser causadores de taquicardias, dor de cabeça, atordoações entre outros.

.Apesar de todos esses benefícios, a característica que mais tem chamado atenção para essa leguminosa é seu alto teor de triptofano, que é um aminoácido essencial relacionado à produção da serotonina (substância que traz sensações agradáveis e bem-estar). Para quem ainda não reconheceu essa substância, ai vai a explicação: a serotonina é o composto responsável pela sensação de bem-estar causada pelo chocolate.
.
Alguns estudos afirmam que o grão-de-bico possui o mesmo efeito que o chocolate na produção de serotonina, com a vantagem de estar livre das gorduras e carboidratos presentes no mesmo, o que conferiu ao grão-de-bico o título de “grão da felicidade”. Mas devemos sempre lembrar que a plena felicidade não depende apenas do consumo de um alimento rico em certo componente. Ela é um conjunto de vários fatores relacionados entre si, envolvendo uma alimentação adequada e hábitos de vida saudáveis.
.
COMO PREPARAR
.
* Antes de lavar os grãos, você deve espalhá-los em uma superfície de cor clara ou para identificar e remover pequenas pedras ou grãos danificados. Após esse processo, coloque-os em um coador e enxágue-os com água corrente fresca.
.
* Para encurtar o seu tempo de cozimento e torná-los mais fáceis de digerir, os grãos-de-bico devem sofrer cozimento, que pode ser realizado de duas maneiras: A primeira consiste em colocar os grãos em uma panela e adicionar duas a três xícaras de água para cada xícara de grão-de-bico. Ferver por dois minutos, tirar a panela do fogo, tampar e deixar de repouso por duas horas. O outro método é simplesmente deixar os grãos de molho por oito horas, com a panela na geladeira para que eles não fermentem.
Antes do cozimento, colocar os grãos na panela e deixar aquecer bem, mexendo para não grudar. Isso ajuda a eliminar os fungos dos grãos em geral. É bom fazer também com o arroz. Os antigos já sabiam disso.

Confira no site: Uol
Alimentação por Christiane Rocha Veloso


Sobre o INHAME...recebi de uma amiga. Agradecendo.


Inhame, aquela batatinha que por fora é marrom, cabeludinha, e por dentro branca e viscosa.
O inhame é nativo e dá em qualquer grotão, qualquer barranco úmido.
Compete com a batata, que não existia aqui na época do descobrimento e foi trazida pelos europeus.
Com inhame se faz : sopa, pirê, rodelas fritas, camadas que se alternam com berinjela para gratinar no forno, e mais: o inhame é tão feculento que substitui a farinha no preparo de empadões, empadinhas e massas de torta em geral. Basta cozinhar, amassar, temperar com um pouquinho de farinha de milho para fazer bolinhos, muffins e outras guloseimas.


Tem uma vantagem enorme sobre qualquer outro tubérculo (batatas em geral, mandiocas, inhames do norte, cará).É que o inhame limpa o sangue, fortalece o sistema imunológico e protege de infecções transmitidas po mosquitos, como dengue, malária e febre amarela. Não evita a picada, mas impede que os micróbios infectantes se instalem e proliferem. As picadas não coçam nem inflamam. Isso já foi comprovado cientificamente (empiricamente nem se fala), tanto que o inhame sempre foi utilizado pela farmacopeia brasileira até mesmo como coadjuvante nos tratamentos de infecções poderosas, como a sífilis.


O inhame tem uma propriedade única: aplicado externamente, puxa para fora o que incomoda o corpo. Pode ser uma farpa ou um cisto, gaze esquecida na cirurgia, inflamação nos tendões, furúnculo, hemorrróidas, artrite reumatismo, eczemas de qualquer tipo. Baixa a febre, trata queimaduras, desinflama cicatrizes, elimina o sangue pisado das contusões e pus de abcessos e tumores...


O curioso é que ninguém sabe disso. Por quê?


Elementar, não vende em farmácia, não aparece na TV. Faz parte de um acervo cultural que a humanidade vai perdendo, enquanto se acostuma a ler tudo em caixinha e com bula. No entanto, sua eficácia pode ser comprovada com a maior facilidade. Basta comprar na feira e usar.


Para fazer emplastro que puxa tudo, descasque o inhame, rale na parte mais fina do ralador, misture com 10% de gengibre (também ralado) e um pouquinho de qualquer farinha ou amido para dar liga. Aplique no local afetado uma camada bem grossinha, de um centímetro, cobrindo com uma gaze e deixando agir enquanto estiver úmido. Vá trocando o emplastro duas ou três vezes por dia até obter o resultado, que em geral é rápido.


Unha encravada: Taí um milagre que esse santo inhame faz brincando. O emplastro desencrava qualquer unha em 24 horas (no máximo 48), eliminando totalmente a inflamação e deixando-a normalzinha de novo.
Para cistos no seio e mesmo tumores que serão retirados, a aplicação do emplastro durante duas semanas é extremamente útil: se não fizer desaparecer o problema, junta toda a matéria semelhante num só local e evita escarafunchações cirúrgicas desnecessárias.


Experiemente, veja, sinta. Aí, se achar justo, prestigie o santo: tenha sempre inhame em casa, coma e ame!!!


COM A PALAVRA QUEM JÁ CONHECE : NÓS USAMOS INHAME HÁ MUITOS ANOS . FAÇO UM SUCO DELICIOSO COM 1 INHAME DESCASCADO ; SUCO DE 2 LIMÕES ; 2 COLHERES DE LEITE EM PÓ DESNATADO ADOÇANTE OU O QUE QUISER PARA ADOÇAR ; BATER BEM COLOCANDO 1 LITRO DE ÁGUA GELADA ; COAR SE QUISER E SERVIR... É GOSTOSO , REFRESCANTE E FAZ MUITO BEM. SABEMOS DE CASOS DE LEPRA QUE FORAM CURADOS COM INHAME...ELE RECUPERA O SANGUE MESMO...É COMPROVADO!


Tive a oportunidade de experimentar o uso do inhame para fazer sorvete, ele substitui a gordura hidrogenada. Frutas, leite em pó, creme de leite e adoçar de preferência com stevia ou mel.


Fiz também um mousse de limão: limão, leite em pó, creme de leite. Bate bem batidinho. Se quiser reforçar coloque 2 ovos. Bata bem.

No site abaixo vc. tem as informações do que contém os alimentos. Achei bem interessante.Coloquei abaixo a pesquisa sobre o abacate. No site aparece em forma de tabela, bem mais fácil de ver.
http://www.unifesp.br/dis/servicos/nutri/


Abacate, cru, todas variedades comerciais
Nome científico: Persea americana
NDB No: 09037 Nutrientes Unidade Valor por 100 g
Relacionados
Água g 73.230003
Calorias kcal 160
Proteínas g 2
Lípides totais (gordura) g 14.66
Carboidratos, por diferença g 8.53
Fibra total dietética g 6.7
Cinzas g 1.58
Minerais
Cálcio, Ca mg 12
Ferro, Fe mg 0.55
Magnésio, Mg mg 29
Fósforo, P mg 52
Potássio, K mg 485
Sódio, Na mg 7
Zinco, Zn mg 0.64
Cobre, Cu mg 0.19
Manganês, Mn mg 0.142
Selênio, Se mcg 0.4
Vitaminas
Vitamina C, ácido ascórbico total mg 10
Tiamina mg 0.067
Riboflavina mg 0.13
Niacina mg 1.738
Ácido pantotênico mg 1.389
Vitamina B6 mg 0.257
Folato total mcg 81
Vitamina B12 mcg 0
Vitamina A UI 146
Vitamina A, RAE mcg_RAE 7
Lípides
Ácidos graxos, total saturados g 2.126
Ácidos graxos, total mono-insaturados g 9.799
Ácidos graxos, total poli-insaturados g 1.816
Colesterol mg 0

Memória em dia: alimentos que estimulam o cérebro


A fisetina é uma substância que se encontra no morango, pêssego, uva, kiwi, tomate, maçã e também na cebola e espinafre. Segundo o Instituto Salk, na Califórnia (EUA), essa substância vem sendo considerada fundamental para manter a memória jovem, porque sua função é estimular a formação de novas conexões entre os neurônios (ramificações) e fortalecê-las. Os alimentos deste grupo contêm substâncias que facilitam a comunicação entre os neurônios, aumentando também a capacidade de pensar, se concentrar, aprender e memorizar. Confira abaixo alguns nutrientes e minerais amigos do cérebro:


- Zinco, Selênio, Ferro e Fósforo: Sais minerais que participam de inúmeras trocas elétricas e mantêm o cérebro acordado e ativo (elétrico). Presente em todas as sementes e grãos, em raízes e nas folhas verde escuro, iogurtes.


- Vitamina E: Poderosa ação antioxidante. Presente em todas as sementes e grãos, como também em óleos vegetais prensados a frio.


- Vitamina C: Famosa ação antioxidante. Presente nas sementes frescas e cruas que foram pré-geminadas, assim como na maioria das frutas.


- Vitaminas do complexo B: Regulam a transmissão de informações (as sinapses) entre os neurônios, presente nas sementes e nas fibras dos alimentos integrais e proteínas.


- Bioflavonoides: São polifenois com forte ação antioxidante. Além das sementes, são encontrados também no limão, frutas cítricas, uva e nas folhas verde escuro.


- Colina: Participa da construção da membrana de novas células cerebrais e na reparação daquelas já lesadas. Presente na gema do ovo e em todas as sementes e grãos (predominância na soja), como também em óleos vegetais prensados a frio.


- Acetil-colina: Um neurotransmissor, fundamental para as funções de memorização no hipocampo. Presente na gema do ovo e em todas as sementes e grãos (predominância na soja), como também em óleos vegetais prensados a frio.


- Fitosterois: Estimulante poderoso do sistema de defesa do organismo, reduzindo proliferação de células tumorais, infecções e inflamações. Presente em todas as sementes e grãos, como também em óleos vegetais prensados a frio.


- Fosfolipídeos (entre eles a Lecitina): Funcionam como um detergente, desengordurando todos os sites por onde passa. Além disso, participam na recuperação das estruturas do sistema nervoso e da memória. Presente em todas as sementes e grãos (predominância na soja), como também em óleos vegetais prensados a frio.


Saiba Mais
Faça sua avaliação de expectativa de vida


Dança ativa memória nos idosos


Descansar faz bem à memória


- Ômega-3: Funciona como um antiinflamatório poderoso, evitando a morte dos neurônios. Existem somente três fontes: os peixes de águas frias e profundas e as sementes de linhaça e prímula.


- Carboidratos: A glicose é a energia exclusiva do cérebro. Por isso, ficar muito tempo sem comer carboidratos diminui a atividade mental. Carboidratos complexos (pão, batata, grãos) são absorvidos mais lentamente, fornecendo energia de forma regular. Já o açúcar dos doces é absorvido tão rapidamente que é armazenado como gordura, sem fornecer energia de modo constante.


- Cafeína: É um potente estimulante do sistema nervoso central. Tem efeitos positivos, como aumento da disposição física e diminuição do sono. Em excesso, causa danos à memória. Café e chá verde.


- Triptofano: Aminoácido que atua no sono e na performance cerebral. Pode ser encontrado no leite, queijo branco, nas carnes magras e nozes.
Daniela Cyrulin
Especialidade: Nutrição

O Dr. Will Clower, médico neurofisiologista desenvolveu, durante sua estada de dois anos no Institute of Cognitive Science, em Lyon, na França, um plano de 10 etapas para nunca mais fazer dieta e, ainda assim, emagrecer com saúde, como os franceses.

"Descobri que os franceses violam todas as regras alimentares que estipulamos para nós.E, apesar de seu cremes, queijos, manteigas e pães, a taxa de obesidade na França é de apenas 11,3% da populaçao, segundo pesquisa realizada em 2005 pela Internacional Obesity Task Force.

O programa de emagrecimento saudável é baseado em quatro grandes princípios básicos: comer alimentos de verdade, aprender a comer, reduzir a quantidade de comida e ser ativo sem necessariamente e exercitar. " Em uma volta pelo supermercado fiquei impressionado com os laticínios. Onde estavam os produtos light? "

Segundo o médico, estamos inundados de alimentos artificiais - açúcares sintéticos, gorduras sintéticas e produtos alimentícios artificiais. Falta-nos reaprender o que é comida de verdade, já que é a ingestão dela que proporciona ao corpo a nutrição na forma de que ele necessita. Clower afirma que em vez de estimular a ingestão de novas substâncias químicas para enganar o organismo, o programa mostra porque alimentos de verdade funcionam em favor do corpo.

"Temos que reaprender o que é comida de verdade. Alimentos de verdade são os produtos naturais, que podem ser encontrados em um texto de biologia e que normalmente fazem parte da cadeia alimentar. “Refrigerantes não dão em árvore, margarina é uma invenção, e os corantes, conservantes e estabilizantes que aumentam a vida do produto não foram feitos para o nosso corpo”, defende.

Em sua observação dos costumes alimentares franceses, o médico descobriu que os franceses não comem alimentos processados, não evitam gorduras, chocolates e nem carboidratos, não tomam suplementos alimentares, não se abstêm do vinho no almoço e no jantar e não comem com pressa. Ao adotar os hábitos franceses, ele e a mulher emagreceram onze e cinco quilos, respectivamente.

Entre outras dicas, Clower prescreve uma limpa na despensa e na geladeira, com o auxílio de que se deve ter em casa, fala sobre os benefícios da cerveja e do vinho, com moderação, é claro, da importância de se passar mais tempo à mesa, usufruindo do sabor da comida e de como isso auxilia a diminuir o tamanho das porções, e da necessidade de se manter ativo. Os resultados, garante ele, surgem em seguida.

============ ========= ========= ========= ======
ALIMENTOS QUE SE DEVE TER EM CASA:
Peixes (salmão, sardinha, atum)
Grãos (granola, aveia, arroz) pelos estudos granola - ver na embalagem os componentes, muitas delas vem com açucar ou aspartame. Arroz integral ( colocar na apanela e deixar dar uma pequena tostada. Aveia, de preferência em grãos que tem mais fibra
Hortaliças (feijões, cebola, batata, abóbora, tomate) feijões e todos os grãos-idem arroz. Batata e tomate estão dentro da tabela dos que contém mais agrotóxicos. De repente substituir por inhame, batata doce...
Óleos e vinagres (azeite de oliva, óleo 100% vegetal, vinagre) Azeite de Oliva sem esquentar, se ferver fica tóxico. Alguns especialistas falam em não colocar na salada verde e crua...Colocar na sopa, sobre a comida, torrada integral com azeite e sal fica muito gostoso e com orégano também fica bom
Produtos de padaria (farinha, ervas, temperos, açúcar branco ou mascavo, pimenta, sal) Farinha ? só se for integral, centeio..açucar branco? Tudo que pesquisei até o momento não aconselha o açucar branco. Talvez o mascavo e o mel
Lanches (frutas desidratadas, biscoitos não-hidrogenados, nozes, azeitona) Frutas desidratadas e sementes é sempre bom dar uma tostadinha para eliminar os microorganismos. Biscoitos...em doenças crônicas vai variar de pesoa para pessoa pois contém vários aditivos e farinha. Nozes = sementes e grãos, azeitona até onde sei é muito bom.
Lacticínios (manteiga, queijo, ovos, leite, iogurte) Leite, segundo pesquisas só fervido. Manteiga, azeite é mais gostoso, queijo - também segundo pesquisas... esquentando primeiro, iogurte - de preferência a coalhada feita em casa.

Ghee (pronuncia-se gui) é uma forma semi-líquida de manteiga da qual a água e os elementos sólidos do leite foram removidos pelo aquecimento lento e pela filtragem. Trata-se da manteiga clarificada e purificada, livre de todos os seus resíduos lácteos. Por esse motivo, demora mais que a manteiga regular para perder seu frescor.

Embora seja inteiramente preparada com manteiga, suas propriedades, de acordo com Ayurveda, diferem muito da manteiga em si. O ghee é a fonte tradicional de lipídios na alimentação indiana. Em muitos casos, é recomendado usar Ghee na dieta (se você tem problema de colesterol, consulte seu médico antes de usar Ghee). Ghee é um dos óleos de cozimento indicados para o preparo dos alimentos. Assim, como o azeite de oliva, o de côco, o de dendê, a canola entre outros. Sendo uma fonte de gordura, é calórica, entretanto possui um rendimento melhor quando aquecida - para saltear vegetais, por exemplo.

Propriedades


*É muito útil para problemas de infertilidade, baixa imunidade e problemas mentais (epilepsia, perda de memória, etc).

*Desenvolve a inteligência (por causa da sua propriedade ‘sattuic' e sua ação nos nervos.

*É fonte de vitamina A e aumenta o poder de visão e a voz (porque lubrifica e refresca).

*Fortalece o fígado, os rins e o cérebro (memória).

*É a melhor gordura para o organismo e para o fígado.

* É muito útil para inflamações gastro-intestinais, úlceras, febres crônicas com asma, problemas crônicos nos pulmões. Quando o alimento é bem mastigado e a dieta é rica em fibras vegetais a quantidade de muco salivar que é deglutido aumentará, o que ajuda na proteção contra úlceras pépticas.

*Diz-se do ghee que ajuda a equilibrar os humores.

*Na Ayurvédica é utilizada também como emoliente, sendo a base de diversas preparações medicinais.

*Para os praticantes de Yôga, divulga-se como sendo um lubrificante natural, ajudando na flexibilidade para a prática das ásanas.
Como preparar

Para você mesmo preparar o Ghee , use a receita a seguir. Se não puder preparar você pode comprar Ghee no Brasil sob o nome de manteiga de garrafa! Pois a manteiga de garrafa tradicional do Nordeste, de alguns estados como Piauí, Ceará e outros é a mesma coisa que Ghee! É o Brasil com suas influências remotas da Índia.

1.
Coloque de 0,5 a 2,0 Kg de manteiga sem sal (cortada em pedaços) numa tigela inoxidável funda ou do tipo pirex de vidro (que vá ao fogo) e leve ao fogo baixíssimo. Não utilize alumínio. Cuide para que a manteiga não queime ou resseque enquanto estiver derretendo.
Nos próximos 30/40 minutos a água vai desaparecer (aproximadamente 20% da manteiga é composta de água).

A manteiga irá derreter e começará a formar uma espuma na parte superior. Tire a panela do fogo e com a ajuda de uma colher (ou espumadeira), retire a espuma ("borra") após o derretimento completo da manteiga. Continue alternando esse processo de retirada da espuma (com o fogo aceso sempre no mínimo ou desligado).


Esteja atento para remover a panela do fogo assim que a "borra" tornar-se marrom no fundo da panela (senão o Ghee pode se queimar). Neste momento, você pode notar que o Ghee cheira a pipoca e também notará pequenas bolhas no Ghee subindo do fundo da panela.

Retire a panela do fogo. Retire a borra de cima do Ghee . Pode retirar com uma colher grande ou espumadeira, com muito cuidado para não misturar essa borra com a manteiga clarificada que está abaixo. Agora, coe o depósito do Ghee enquanto estiver quente, despejando-o numa tigela inoxidável ou tipo pirex. Para coar, use um tecido de algodão sobre um coador inoxidável. Você está coando para que a borra do fundo não entre no recipiente de guardar o Ghee . A borra do fundo é para ser dispensada pois é ela que contém as impurezas da manteiga. Nesse momento ele estará muito quente, por isto deve-se ter muito cuidado.
6.
Passe novamente o líquido para a panela, deixe no fogo mínimo por mais alguns minutos e retire os resíduos finais (sempre tomando cuidado para não queimar, especialmente eventuais resíduos no fundo). Após o processo você terá um líquido dourado, claro, que é o Ghee.

7.
O Ghee pode ser guardado em temperatura ambiente ou em geladeira em potes de vidro (pode ser os de conserva). Mais tarde, se o Ghee tornar-se sólido ao esfriar, aqueça-o levemente e ele voltará a ficar líquido. Depois de frio, o ghee deve ser guardado em recipiente fechado em lugar fresco, para que se conserve por muitos meses.

Observação:
Deve-se sempre tomar cuidado ao manusear líquidos quentes.
Não deixe o Ghee ferver!

Validade:
4 meses fora da geladeira (se houver formação de fungos, não deve ser consumido).

Fonte: baseado em http://roctaviani.multiply.com - http://www.florais.com.br/si/site/0915


Aprenda a combinar nutrientes
Todas as substâncias presentes nos alimentos interagem entre si. E, quando isso acontece, elas podem melhorar ou impedir seu aproveitamento pelo organismo


COMO MISTURAR
Quando eles interagem, os resultados podem ser tanto positivos quanto negativos para a saúde. Para entender a diferença, as interações benéficas são aquelas em que determinado nutriente favorece a absorção intestinal, transporte, utilização e armazenamento da outra substância. Já na negativa, o corpo absorve menos do que faria se esses nutrientes fossem consumidos separadamente. Dessa forma, enquanto alguns turbinam a ação de certas substâncias, outros não deixam que o corpo o aproveite para as funções do organismo.

Antes de eliminar os alimentos que podem ajudar nessa missão, VivaSaúde lista os nutrientes e suas combinações do bem, para você não errar mais na escolha:


Ferro (feijão) + vitamina C (laranja)
A popularidade da dupla feijoada com laranja não é à toa. Essa é, de longe, a combinação mais conhecida, justamente por trazer bons resultados para a sua saúde. "Especialmente em pacientes com anemia. No tratamento é recomendado que eles consumam suplementos com as duas substâncias, além de aliar a ingestão de alimentos que as contenham", explica a nutricionista Daniela Jobst, diretora da NutriJobst.

Segundo a nutricionista Ana Paula, o consumo da vitamina C (ácido ascórbico) aumenta o aproveitamento do ferro não-heme (aquele que é fornecido pelos vegetais) porque o mantém em sua melhor forma de absorção. Por essa razão, é tido como um estimulante da absorção do mineral. Aprendi há alguns anos que o limão solta o ferro do feijão e um profissional da Ayurvédica ensinou a comer abacaxi antes das refeições. Na época ele indicava uma maneira diferente de se alimentar; Primeiro frutas, segundo saladas e por ultimo legumes, carnes, etc Eu me sinto bem .Outra sugestão para unir as duas ações é beber suco de laranja no almoço, em que seja consumido feijão. O abacaxi de sobremesa também é uma alternativa.



Vitamina A (cenoura) + ferro (feijão)
O melhor aproveitamento do ferro acontece porque a vitamina A se une a ele durante a digestão e forma um complexo solúvel, impedindo, assim, que ele se junte a outras substâncias que poderiam prejudicar sua digestão.

A lista de fontes de vitamina A vai além. Podem ser incorporados à alimentação a gema do ovo, damasco, pêssego e as hortaliças de coloração alaranjada (abóbora, cenoura e pimentão amarelo) e verde- escura (acelga, agrião, almeirão, couve, pimentão verde e rúcula). O espinafre é uma boa pedida, já que contém ambos os nutrientes.

Vitamina A (cenoura) + vitamina E (soja)
Se uma vitamina sozinha é pra lá de benéfica à saúde, o que dizer de duas juntas? Pois é isso mesmo o que acontece: as propriedades nutricionais ganham uma força a mais. Com essa combinação, a vitamina A é mais bem absorvida pelo organismo, pois a vitamina E possui efeito antioxidante sobre os lipídios (gorduras) que a transportam. O resultado são olhos mais protegidos e sistema imunológico funcionando a todo vapor.


Ana Paula Geraldo é quem indica os campeões de vitamina E, pra começar agora a combinação. Anote e não se esqueça de incluí-los no cardápio: cereais como gérmen de trigo, soja, arroz, algodão, milho, girassol e todos os óleos feitos à base deles; amêndoas, nozes e a castanha-dobrasil (a antiga castanha-do-pará).

O estado nutricional do indivíduo atrapalha o aproveitamento das substâncias. Uma mulher grávida, por exemplo, absorve mais nutrientes que uma não-gestante



Cálcio (leite) + vitamina D (manteiga, gema de ovo, sol)
A vitamina D aumenta a absorção de cálcio no intestino delgado (duodeno e jejuno), em aproximadamente 30% a 40%. "A alimentação com vitamina D ainda ajuda os rins a eliminar o mineral, uma forma eficiente de prevenir a formação de cálculos no órgão", explica Solange de Oliveira Saavedra, nutricionista e gerente técnica do Conselho Regional de Nutricionistas de São Paulo e Mato Grosso do Sul (CRN-3). Para abastecer o corpo de cálcio, iogurtes, queijos brancos, tofu e aveia são opções ao leite. Já para a vitamina D potencializar seu efeito, não há essa mesma variedade. As fontes da substância que podem ser ingeridas para esse fim são limitadas. "Os melhores fornecedores nesse caso são os óleos de fígado e peixe e também o próprio fígado, manteiga e gema de ovo. A exposição ao sol é uma ótima forma de conseguir boas doses dessa vitamina", lista Solange. Lembre-se: para o efeito desejado, dez minutos de luz solar são suficientes.



Gorduras (azeite) + vitamina K (brócolis) ou licopeno (tomate)
Quem acha que gorduras são somente aquelas que fazem um tremendo mal à saúde, especialmente a do coração, precisa rever seus conceitos. Mas é claro que quando se fala nelas são as do bem, como as mono e poli-insaturadas. Além de serem benéficas em diversas funções corporais, elas permitem que uma quantidade maior de vitamina K, essencial para a coagulação do sangue, seja incorporada ao organismo.

Os alimentos fontes dessa vitamina são as folhas verdes, como brócolis, repolho, couve e alface, além de nabo, fígado e gema de ovo.

Outra substância favorecida com a ingestão de gorduras é o licopeno, presente em alimentos de tom avermelhado como framboesa, morango, melancia e tomate. Uma dica da nutricionista Daniela Jobst é acrescentar azeite ao molho de tomate, naquela típica macarronada de domingo.


Além da alimentação
Não basta aprender a combinar os nutrientes, é preciso atentar para outros fatores relacionados às interações negativas. O estado nutricional do indivíduo é um dos problemas para o aproveitamento das substâncias. Por exemplo, uma mulher grávida absorve mais nutrientes que uma não-gestante, enquanto o idoso perde mais, já que não possui a mesma quantidade de enzimas digestivas de um adulto jovem. A microbiota intestinal precisa funcionar adequadamente, afinal a absorção das substâncias acontecerá no próprio intestino. Doenças metabólicas (como obesidade e diabetes tipo 2), assim como antibióticos, antiácidos e drogas para perda de peso também mexem com as funções orgânicas, atrapalhando a ação de vitaminas e minerais.

Evite a perda do:
Cálcio. Falta de cálcio resulta em um tremendo mal para os ossos, podendo levar a osteoporose. E o aproveitamento do mineral fica comprometido quando o ferro entra em ação. "Os dois nutrientes disputam a absorção no organismo e, nesse caso, a competição será mais favorável ao cálcio", analisa a nutricionista Solange Saavedra. O melhor é deixar para consumir as fontes de cálcio fora das refeições principais (almoço e jantar).

Cobre. "O excesso de zinco prejudica a absorção do cobre por competirem pela mesma proteína na mucosa intestinal", explica Karine Daud, nutricionista da Equilibrium Consultoria em Nutrição e Bem-Estar. O cobre é utilizado pelo organismo na síntese da hemoglobina e do hormônio da adrenalina e na formação de tecidos. Atente-se para não misturar carnes bovinas, aves, leite e derivados (fontes de zinco) com vísceras (fígado e rim), nozes, frutas secas e cereais integrais (que contêm cobre).


Zinco. Esse micronutriente forma uma barreira protetora no organismo contra gripes e resfriados e ajuda no desenvolvimento do aparelho reprodutor. Mas, para não prejudicar seu trabalho, é preciso consumir ferro e cálcio nas quantidades recomendadas (8 g para o primeiro e 1 g para o segundo). Outra substância que, quando consumida em excesso, elimina o zinco é o ácido fólico, presente no fígado, abacate e brócolis. O jeito, então, é apostar no consumo adequado (11 g) de zinco, investindo em ostras, carnes vermelhas magras, iogurtes e cereais enriquecidos com o mineral.

Ferro. O oxalato, substância presente na beterraba, no espinafre e na batata-doce também diminui a absorção do ferro não-heme. Já os taninos, encontrados no chá mate e preto, prejudicam apenas a absorção do ferro heme.


Ao decorrer do tempo, o homem veio a descobrir que as frutas possuem não só um grande valor nutritivo, como também tem valor medicinal. As frutas hoje estão entre os maiores agentes terapêuticos dados pela natureza.
Todas as frutas são dotadas de propriedades medicinais. Umas são adstringentes, outras emolientes, etc. Umas excitam as funções gástricas, outras ativam as funções intestinais, etc. Umas desintoxicam o organismo, dissolvendo e expelindo os venenos; outras suprem ao organismo as necessárias vitaminas e os indispensáveis sais.

O poder medicinal das frutas é caracterizado para cada espécie. Assim, apresentamos a seguir um resumo das constatações experimentais:
• ABACATE - É usado contra o reumatismo, promove a eliminação dos gases, digestivo, laxativo.
• ABACAXI - Facilita a digestão, germicida, oxidante forte, desobstruente do fígado, combate a icterícia, combate a artrite, combate o inchaço, combate a difteria, bom contra as afecções da garganta e contra a arteriosclerose.
• ABIU - Combate as afecções das vias respiratórias.
• AMEIXA - É purgativa, depurativa.
• AMÊNDOA - É boa contra as enfermidades das vias respiratórias e a irritação das vias urinárias.
• ARAÇA - É calmante.
• AZEITONA - A verde é adstringente, ao passo que a preta é laxativa.
• BANANA - Combate a diarréia, calmante, favorece a formação, secreção e excreção do leite, combate a anemia.
• CAMBUCÁ - É bom para o estômago.
• CAQUI - É alcalinizante, bom para as afecções do fígado e os catarros da bexiga.
• CASTANHA - É benéfica para os rins e o fígado, e muito útil na diarréia das crianças.
• CEREJA - É alcalinizante, remineralizante, combate a desinteria, e eficaz contra a arteriosclerose.
• COCO - É calmante, combate à febre, combate os vermes é útil nas inflamações intestinais.
• FIGO - Combate às afecções das vias respiratórias, laxantes, tem a propriedade de amolecer os tecidos, atenuar as inflamações, as inchações e as queimaduras, e aliviar as dores e curar feridas.
• FRUTA-DO-CONDE - É estimulante do apetite.
• JENIPAPO - É indicado na má digestão e nas afecções do fígado e do baço.
• GOIABA - Combate a diarréia e os tumores.
• GRUMIXAMA - É estimulante do apetite, reanimadora.
• JABUTICABA - É estimulante do apetite, reanimadora.
• LARANJA - Combate a falta da vitamina C, estimulante do apetite, reguladora intestinal, laxante, diurética, combate o reumatismo, calmante, digestiva, antifebril, anti-hemorrágica, combate a nevralgia, restaura o fluxo menstrual, quando escasso ou ausente, combate a nefrite, depurativa, contra verminose, etc.
• LIMA - É alcalinizante e combate a falta da vitamina C.
• LIMÃO - O suco é estimulante do apetite, diurético, combate a febre, combate o reumatismo, combate a falta da vitamina C, anti-séptico, adstringente, cura feridas e combate o vômito.
Dissolve os cálculos; combate as afecções produzidas por diversos microorganismos (cólera, disenteria, tifo, etc.).
• MAÇÃ - Combate a diarréia, estomacal, combate as afecções das vias respiratórias. Alimento para o cérebro.
• MAMÃO - É laxante, diurético, tem a propriedade de amolecer os tecidos, atenuar as inflamações, as inchações e as queimaduras, e aliviar as dores e cura feridas, refrescante.
• MANGA - É anticatarral, combate a falta da vitamina C, depurativa, refrescante, tem a propriedade de fazer suar, digestiva.
• MANGABA - É digestiva.
• MARACUJÁ - É calmante e tem a propriedade de amolecer os tecidos, atenuar as inflamações, as inchações e as queimaduras, e aliviar as dores e curar feridas. Muito usado na coqueluche.
• MARMELO - É adstringente, fortificante do aparelho digestivo.
• MELANCIA - É calmante, diurética, refrigerante.
• MELÃO - É calmante e diurético.
• MORANGO - É diurético, anti-reumático, alcalinizante, combate a febre, elimina toxinas do fígado, laxante, facilita a digestão, tônico para os nervos.
• NOZ - É bom remédio para o cérebro e para o sistema nervoso em geral.
• PÊRA - É diurética e abaixa a pressão.
• PÊSSEGO - É um bálsamo para o estômago e um precioso alimento para os diabéticos.
• PITANGA - É refrigerante e antiberibérica. As folhas combatem a febre, mesmo nas maleitas rebeldes.
• ROMÃ - As raízes são usadas para expulsar a tênia (ou solitária).
• SAPOTI - É refrigerante.
• TAMARINDO - É laxante e até purgativo.
• UVA - É vitalizadora, alcalinizante, anti-reumática, depurativa, diurética, laxante, tônica para o sistema nervoso.
Lúcia Helena Salvetti De Cicco
Editora Chefe

Por Dr. Alessandro Loiola . 23.09.10 - 17h19
O bom humor está na cozinha A PARTE EM AZUL NÃO PERTENCE AO TEXTO ORIGINAL - sou eu palpitando ...
Reis, diplomatas, donos de empresas de turismo e a menina que irá fazer do seu filho um marido: todas essas pessoas possuem uma coisa em comum. Elas sabem que, para ganhar alguém, você deve começar pelo estômago.
Essa conversa de “ganhar com um olhar” ou “seduzir com um perfume” é muito bonita e tudo mais, mas o animal faminto que existe dentro de nós simplesmente não é capaz de resistir à velha e boa comida.
Mas por que o ato de comer desperta um prazer tão grande? Outro dia, me responderam: porque sem comer você não vive. Ótimo. Você não vive sem respirar ou piscar os olhos, mas isso não quer dizer que você larga tudo que está fazendo quando alguém lhe convida para dois copos de fôlego.

E você já marcou com seus amigos “vamos piscar os olhos lá em casa, quer vir?”.
O fato é que, dentro da sua cabeça, existe uma maquininha de calcular capaz de fazer algo entre 1013 e 1016 operações por segundo. E este prodígio – o seu cérebro – é um ávido consumidor de energia. Apesar de representar apenas 2% do peso corporal, ele é responsável por cerca de 20% do consumo de oxigênio e energia do organismo. VEJA A IMPORTÂNCIA DO USO DO gfu OXIGENANDO NOSSAS CÉÇUÇAS
Da mesma forma que o motor de um carro, o desempenho da máquina dependerá da qualidade do combustível que você consome. Em outras palavras, a química dos alimentos é capaz de modificar a produção dos neurotransmissores, substâncias utilizadas pelo cérebro para transmitir impulsos nervosos, repercutindo no seu estado de humor.
Desanimado?
Por exemplo: se o desânimo está ameaçando sua segunda-feira, procure comer salmão, atum ou sardinha. Estes alimentos são ricos em Ácidos Graxos tipo Ômega-3, uma substância útil para combater a depressão, o mau-humor e a impulsividade.
A lecitina, presente na soja e nos ovos, também é essencial para o funcionamento cerebral, afetando não apenas o humor, mas também a memória e a concentração.
Para temperar sua alegria durante o dia, não passe mais do que 4 horas em jejum e procure aumentar a quantidade de abóbora ou sementes de girassol na sua dieta: eles contêm grandes quantidades de Triptofano, uma substância que regula o bom-humor e a qualidade do sono.
E não se esqueça de colocar um pouco de folhas de espinafre na salada: elas são ricas em ácido fólico e reduzem os níveis circulantes de homocisteína associados à depressão.

Banana
As bananas são outra boa opção para lanches rápidos: elas são ricas em potássio, triptofano, sucrose, glicose e frutose – todas substâncias envolvidas na manutenção do bom humor.
Os frutos do mar, em especial as ostras, são ricos em zinco, mais uma substância essencial para estimular seu ânimo. O zinco também está envolvido na produção de testosterona, o principal hormônio do desejo sexual. Pensando bem, acho melhor você não comer ostras no horário de trabalho não…
Alho
Você sabia que o alho é uma das principais fontes de selênio, um sal mineral diretamente envolvido no estímulo dos centros cerebrais da alegria? (Outras fontes de selênio incluem cogumelos, brócolis, aveia, germe de trigo e castanha-do-pará).
Além disso, o alho ajuda a evitar o desenvolvimento de várias doenças cardiovasculares. Mas atenção: se ostras no trabalho não são uma boa dica, o consumo excessivo de alho pode causar um verdadeiro desastre na sua vida social.
Bafo
Faça o teste: mastigue meio dente de alho e dê um enorme beijo em quem você gosta. Viu o que eu disse? Mesmo assim, eu recomendo que você adicione boas quantidades de alho – e pastilhas de menta – à sua dieta habitual.
Finalmente, o ingrediente mais essencial de todos, aquilo sem o quê seu humor irá afundar na piscina feito um martelo sem cabo: a água. Além de ser responsável por mais de 80% do peso do cérebro e estimular a eliminação de toxinas pelos rins, a água é uma das poucas coisas que eu preparo na cozinha sem fazer muita bagunça.
Acalme seu sistema nervoso com pelo menos 08 copos de água ou suco por dia e, como quem não quer nada, aproveite a saída para pegar mais um copo e faça um favor à comunidade: deixe estas sugestões perto do seu irritado favorito. Ele merece.

Várias informações colocadas aqui são de pesquisa em livros, na net e enviadas por amigos. Procuro sempre colocar as fontes, respeitando os autores. Caso tenha alguma informação sem a fonte e vc. souber, por favor, me envie para que eu possa colocar. Agradecendo!!!!


Coma mais alho e cebola e proteja a sua saúde
Eles fortalecem as defesas, controlam o diabetes e protegem o coração

Por Carolina Gonçalves http://yahoo.minhavida.com.br/conteudo/12466-Coma-mais-alho-e-cebola-e-proteja-a-sua-saude.htm

Muita gente torce o nariz para esta dupla. A cebola e o alho carregam juntos a fama de causar mau hálito, intensificar o odor do suor e causar irritação ao olhos e à pele. Mas essa dupla também ocupa o topo da lista dos alimentos considerados "funcionais" - aqueles que, além de alimentar, são capazes de prevenir doenças e manter o organismo tinindo. Estudos comprovam que o alho e a cebola podem prevenir e tratar doenças, como gripe, diabetes e até reduzir os riscos de câncer. A seguir, a nutricionista Daniela Cyrulin apresenta os benefícios desses alimentos para o nosso corpo e dá dicas de como consumi-los.

Muitos nutrientes do bem
Entre os carros chefe nutricionais da cebola e do alho está o selênio, um poderoso antioxidante que fortalece o sistema imunológico e afasta o risco de tumores. "Os dois também são ricos em vitamina C, outro agente antioxidante que combate infecções e aumenta as defesas do nosso organismo", explica Daniela. Além disso, o alho e a cebola possuem boas doses de vitaminas do complexo B, importantes para combater o estresse e o desânimo.

Proteja-se contra o câncer
Estudos feitos por pesquisadores italianos do Istituto di Ricerche Farmacologiche "Mario Negri", em Milão, na Itália, comprovaram que indivíduos que consomem maiores quantidades de alho e cebola (cerca de 22 porções por semana) correm um risco menor de desenvolver alguns tipos de câncer, como o de boca, laringe, esôfago, cólon, mamas, ovário e rins. O benefício se dá graças a uma substância chamada alicina, um composto sulforoso presente nesses alimentos, mas que só se forma quando eles são triturados. "Esta substância previne a ativação das nitrosaminas, compostos químicos cancerígenos encontrados principalmente em embutidos da carne, como a lingüiça", explica Daniela.

Combate gripes e resfriados
Com eles, as vias respiratórias se mantêm abertas e descongestionadas. O alho e a cebola são ricos em substâncias anti-inflamatórias, antivirais, antiparasitárias, antibacterianas e antifúngicas, dentre elas a própria alicina. Por isso, é um ótimo remédio para afastar gripes, resfriados e infecções em geral. A nutricionista diz, ainda, que alho reduz e ajuda a diluir o muco nos pulmões, sendo eficaz contra tosse persistente e bronquite, podendo ser consumido junto a antibióticos. Além disso, a dupla contém vitaminas A, C e E, nutrientes que reforçam o sistema imunológico.

Controle da diabetes
Quem sofre com o diabetes e com as altas taxas de açúcar no sangue pode se valer desta dupla para controlar as taxas. A cebola carrega uma substância chamada glucoquinina, que, segundo Daniela Cyrulin, é uma espécie de insulina vegetal que, se consumida, ajuda no controle da diabetes. "Para melhor absorção da glucoquinina, o indivíduo pode consumir a cebola batida em sucos naturais, já que ela libera essa substância quando é triturada", explica a nutricionista. A cebola pode ser acrescentada a outras receitas de sucos com vegetais, inclusive, como laranja com rúcula ou cenoura, misturas ricas em vitaminas e nutrientes.

Poder antioxidante
Não é à toa que a cebola protege o organismo de doenças e do envelhecimento precoce. Ela é bastante rica em bioflavonoides, a quercetina, que são substâncias antioxidantes capazes de varrer os radicais livres das células. "Este mesmo componente é encontrado na maçã. Porém, o poder de absorção da quercetina pelo nosso corpo é 30% maior com a ingestão da cebola", aponta Cyrulin.

Substitutos do sal
A cebola e o alho só trazem vantagens para quem quer ficar de bem com a balança. Os dois têm baixas calorias e baixo índice glicêmico (demoram mais para serem digeridos e transformados em açúcar, prolongando a sensação de saciedade), podendo ser consumidos puros, misturados aos pratos ou como temperos de preparações. O alho e a cebola, inclusive, são ótimos aliados para reduzir as quantidades de sal usadas nas receitas. Seu prato ganha tempero e sabor sem prejudicar o coração. Isso porque, o sódio, presente no sal, é um dos maiores vilões da hipertensão.

Peito blindado
O coração ganha reforço com o alho e a cebola. A alicina é mais uma vez a responsável por nos manter saudáveis, pois atua equilibrando as taxas de colesterol sanguíneo. "Se forem ingeridos diariamente, o alho e a cebola pode ajudar a reduzir as taxas de LDL, o colesterol ruim, prevenindo doenças cardiovasculares", explica Daniela Cyrulin.

A cebola e o alho só trazem vantagens para quem quer ficar de bem com a balança.

Mas e o mau cheiro?
Com tantos benefícios há pelo menos uma desvantagem: o cheiro forte que o alho e a cebola deixam em nossas mãos e no nosso hálito acontece porque, quando cortamos ou trituramos esses legumes, uma substância chama allium é liberada, e ela é a responsável por esse cheiro. Também é essa substância que deixa nossos olhos irritados e nos dá vontade de chorar. Ingerir cebola e alho também pode deixar o suor com um cheiro mais forte. Isso acontece porque ambos contêm enxofre, que normalmente é liberado pelo suor.

Algumas medidas podem ser tomadas para evitar o cheiro desagradável:

- Depois de comer, mastigue salsa ou qualquer planta que tenha clorofila, pois elas mantêm o hálito fresco. Beber um copo de leite ou de vinho também dá bons resultados.

- Depois de cortá-los, esfregue bem as mãos com sal grosso ou açúcar depois lave em água corrente.

-Para não chorar quando for cortar cebola ou alho, o ideal é deixar a torneira de água aberta enquanto corta, lavando o alimento. Cortá-los em uma bacia cheia de água tem o mesmo efeito.

Receitas

Creme de Cebola
Ingredientes:
1 kg de cebolas descascadas e cortadas em fatias
500 ml de caldo de galinha
100 ml de vinho tinto
300 ml de creme de leite fresco
20 g de manteiga
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de sopa de mel
Sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo:
Doure as cebolas em uma panela com azeite e manteiga, inicialmente em fogo brando. Acrescente o mel e aumente o fogo para que fiquem bem douradas, sem deixá-las queimar, acrescente vinho tinto e mexa até que o álcool evapore. Junte caldo de galinha, creme de leite fresco e deixe em fogo brando até reduzir 1/3 do creme. Tempere com sal, pimenta-do-reino e bata a mistura no liquidificador. Acompanhe com crôutons e decore, se quiser, com cebolinha francesa picada.

Espaguete ao alho e cebolinha
Ingredientes:
½ pacote de macarrão tipo espaguete (250g)
1 colher (sopa) de sal
3 colheres (sopa) de óleo
2 dentes de alho amassados
2 colheres (sopa) de cebolinha picada
2 envelopes de tempero e sabor para massas, batatas e arroz

Modo de preparo:
Em uma panela, cozinhe o macarrão em 2 litros e meio de água e o sal até que fique "al dente". Em uma frigideira grande, aqueça o óleo e doure o alho. Desligue o fogo, acrescente a cebolinha, o macarrão já cozido e o Tempero e Sabor e misture bem. Sirva. Dica: Se desejar, polvilhe queijo parmesão ralado.


Banana


Depois de ler isto, você não vai olhar para uma banana da mesma maneira. Contendo três açúcares naturais; sacarose, frutose e glucose, combinados com fibras a banana vai te dar uma reserva instantânea de energia. Pesquisas provam que somente 2 bananas dão energia para 90 minutos de trabalho pesado. Não admira a banana ser o fruto mais consumido entre os atletas.

Mas energia não é o único benefício que a banana traz, ela ajuda a prevenir um substancial número de doenças.

Depressão: De acordo com recentes estudos, a maioria das pessoas que habitualmente sofrem com depressões sentiram-se substancialmente melhor depois de comerem uma banana. Isto acontece porque a banana contém um tipo de proteína que o corpo converte em serotonina, substância que ajuda a relaxar e faz sentir melhor.

Anemia : Fortes em ferro, as bananas estimulam a produção de hemoglubinas e ajudam em caso de anemia.

Pressão Arterial : Este fruto tropical é muito rico em potássio e pobre em sal sendo perfeito para descer a pressão arterial. A Food and Drug Administration, nos Estados Unidos até permitiu aos produtores de bananas usarem isso como publicidade.

Cérebro : 200 estudantes comeram uma banana ao pequeno almoço, ao almoço e ao lanche e provou-se que o potássio presente no fruto ajudou-os a melhorar a sua concentração.

Obstipação : Ricas em fibras, a inclusão de bananas nas dietas ajuda a normalizar o trânsito intestinal, permitindo debelar os problemas sem o uso de laxantes.

Dor de cabeça : Uma das maneiras mais rápidas de curar uma dor de cabeça é fazer um batido de banana com mel. A banana acalma o estômago e com a ajuda do mel aumenta os níveis de açúcar no sangue enquanto o leite acalma e hidrata todo o teu sistema.

Cansaço matinal : Comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue elevados, combatendo o cansaço. Atenção diabéticos

Picadas de insectos : Quando for picado por um inseto, experimenta esfregar a zona afetada com a parte de dentro de uma casca de banana. A irritação vai acabar.

Nervos : Bananas são ricas em vitamina B, que acalmam o sistema nervoso. Pesquisas em 5.000 pacientes, chegaram à conclusão que os mais obesos são aqueles que têm trabalhos de muita pressão. O relatório concluiu que para combater isto, devemos controlar os nossos níveis de açúcar no sangue devendo consumir comida com muitos hidratos de carbono, como a banana.

Úlceras : A banana é usada nas dietas contra as desordens intestinais pela sua textura suave e por causa de ser um fruto muito macio. É o único fruto que pode ser comido sem causar distúrbios mesmo nos casos mais graves. Ela também neutraliza a acidez excessiva e reduz a irritabilidade criando uma camada nas paredes do estômago.

Controle de temperatura: Muitas culturas vêm a banana como um fruto 'calmante' porque consegue baixar a temperatura, quer física quer emocional, nas mulheres grávidas. Na Tailândia, por exemplo, é hábito as mulheres grávidas comerem bananas para se assegurarem de que o seu filho nasce com a temperatura correta.

Fumar : As bananas podem ajudar quem quer deixar de fumar. As vitaminas B6 e B12, o potássio e o magnésio que contêm, ajudam o corpo a recuperar dos efeitos da falta de nicotina.

Stress : O potássio é um mineral vital que ajuda a normalizar o batimento cardíaco, que auxilia a ida do oxigénio para o cérebro e que regula a repartição de água pelo corpo. Quando estamos 'stressados' o nosso metabolismo altera-se reduzindo os níveis de potássio. Podemos ajustá-los com a ajuda deste fruto, rico em potássio.

Cortes : De acordo com o 'New England Journal of Medicine', comer bananas regularmente pode reduzir o risco de morte por cortes até mais de 40%! Assim, a banana é um remédio natural para muitos males.

 Acrescentado só uma coisinha, a banana ajuda a ajustar o organismo no chamado 'jet leg'. Para quem viaja de um continente para outro com muitas horas de diferença do fuso horário, comendo bananas, devido as propriedades do potássio, o organismo consegue ajustar mais depressa ao novo horário.

Comparando-a com a maçã, tem o quádruplo das proteínas, o dobro dos hidratos de carbono, três vezes mais fósforo, cinco vezes mais vitamina A e ferro e o dobro das outras vitaminas e minerais. É um fruto rico em potássio e uma das mais saudáveis comidas existentes.
http://www.acessa.com/vidasaudavel/arquivo/ser_holistico/2008/05/02-artigo/banana.png













 SOBRE O PEPINO

01.PEPINOS contém a maioria das vitaminas que você precisa diariamente. Um
pepino contém Vitaminas B!, B2, B3, B5, B6, C, Ácido Fólico, Cálcio, Ferro,
Magnésio, Fósforo, Potássio e Zinco.
02.Sentindo cansado à tarde, dispense a soda cafeinada e coma um Pepino. Pepinos
são ótimas fontes de Vitaminas B e Carboidratos que fornecem aquela ''animação''
que dura por horas.

03.Cansado de ver o espelho de seu banheiro embaçar após seu banho? Esfregar umarodela de pepino no espelho, isto eliminará a neblina e produzirá uma tenrafragrância como no SPA.

04.As lesmas e caramujos estão arruinando suas plantas? Coloque algumas rodelasde pepino num pequeno prato ou forma de lata (não de ferro nem de alumínio ), em sua horta ou jardim, e as pestes ficarão de longe toda a temporada.

05.Procurando por uma rápida e fácil forma de remover celulite antes de ir à piscina ou à praia? Esfregue uma rodela ou duas de pepino nas áreas afetadas poralguns minutos, os fitoquímicos no pepino forçam o colágeno de sua pele a encolher, firmando a camada de fora e reduzindo a visibilidade da celulite.
Funciona otimamente para as rugas também!

06.Deseja evitar uma ressaca ou dor de cabeça? Coma algumas fatias de pepinoantes de dormir e acordará sem dor e sem ressaca. Pepinos conteem bastante açúcar, Vitaminas B e eletrólitos para repor os nutrientes essenciais que ocorpo perde, mantendo tudo em equilíbrio, evitando ambos a ressaca e a dor decabeça!

07.Procurando evitar aquela fome à tarde ou noitinha com alguma coisa? Pepinos têm sido usados por centenas de anos e usados por caçadores Europeus,exploradores e comerciantes como uma rápida refeição para evitar a fome.

08.Tem uma importante entrevista de emprego e você se realiza que não tem tempopara engraxar os sapatos? Simplesmente esfregue uma fatia fresca de pepino sobreo sapato, os elementos químicos proverão um rápido e durável brilho que fica ótimo e repele a água.

09.Não tem em casa o WD-40 para consertar aquele barulhinho de uma porta rangendo? Tome uma fatia de pepino e esfregue no lugar problemático, e pronto, o rangido se foi!

10.Cansado, estressado e sem tempo para uma massagem, facial ou visita ao SPA?
Corte um pepino inteiro e coloque em uma panela de água fervendo,os químicos enutrientes do pepino reagem com a água fervendo e se soltam no vapor, criando um
relaxante cheirinho que tem sido mostrado de reduzir o stress em novas mamães e estudantes durante exames finais.

11.Acabou de almoçar e ver que não tem goma de mascar ou balas de hortelã? Tome uma fatia de pepino e esprema no céu da boca com a língua por 30 segundos para eliminar o mau hálito, os fitoquímicos matarão as bactérias responsáveis por causar mau hálito.

12.Procurando por uma maneira ''verde'' para limpar suas torneiras, pias ou aço
inoxidável? Esfregue uma fatia de pepino na superfície que deseja limpar, isto
não só remove anos de zinabre e traz de volta o brilho, mas também não deixa
marcas e não mancham nem prejudicam suas unhas e mãos enquanto limpa.

13.Usando a caneta e comete um erro? Tome a casca do pepino ( o lado de fora ) e
devagar use-a para desmanchar o erro, também funciona muito bem nas marcas de
crayons que as crianças deixam nas paredes.

============ ========= ============ =
SUCO DE PEPINO

O pepino é um ótimo tônico para o fígado, rins, visícula e dá força aos cabelos
e unhas, pelo seu alto teor de sílica e flúor. Seu suco é utilizado nas
inflamações do tubo digestivo e da bexiga.

O pepino tem também ação purificante e serve para eliminar a gordura da pele.
Ele deve ser consumido sempre com casca (bem lavado), pois é nela que se
encontram substâncias que o tornam de fácil digestão.

Além disso, o pepino é um diurético natural e de grande ajuda na dissolução de
cálculos renais.
É rico em potássio, o "mineral da juventude", que proporciona flexibilidade aos
músculos e dá elasticidade às células que compõem a pele. Isso resulta em
rejuvenescimento da epiderme e do rosto.

Vai um suquinho de pepino aí?
Garanto que vale a pena provar e conferir os excelentes resultados.. .

Dora Saunier

Minerais no Solo Brasileiro: Influência do Solo na Dieta 

Uma avaliação do consumo de minerais em dietas brasileiras, realizada mediante análise laboratorial dos minerais presentes em alimentos das diferentes regiões do país, preparados de acordo com as formas habituais, mostrou que a ingestão de minerais varia conforme a região [1]. 

A pesquisa coordenada por Silvia Maria Franciscato Cozzolino, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN), verificou que a ingestão de magnésio fica abaixo em algumas regiões do país, mas, em outras, mantém um nível limítrofe. A ingestão de zinco é limítrofe para determinados grupos da população e bem baixa para outros, por exemplo, em idosos. A ingestão de cobre também é limítrofe, assim como a de magnésio, e a de selênio varia de acordo com a região geográfica [1,2].

O selênio é um elemento nutricional essencial, pois ele é parte integrante da enzima gluta­tiona peroxidase, um antioxidante que impede a formação excessiva de radicais livres e protege o organismo de suas ações. A diminuição da atividade da glutationa peroxidase devido à diminuição de selênio é responsável pelo aumento dos radicais livres que causa envelhecimento precoce, maior incidência de câncer e patologias cardiovasculares [2,4]. 

Além disso, o selênio está estreitamente relacionado com a função da tireóide, pois participa da conversão da tiroxina (T4) para tri-iodo tironina (T3), a forma mais ativa do hormônio tireoidiano. O selênio também está envolvido na síntese da testosterona e, durante a gravidez, a deficiência de selênio é associada com maior incidência de defeitos do tubo neural do feto [1,2,4].

O solo brasileiro apresenta regiões muito pobres em selênio, o que torna muito freqüente a deficiência deste mineral, principalmente nas regiões do sudeste e do centro-oeste, que são as de menor concentração de selênio no solo e onde se constata a maior deficiência alimentar desse nutriente. Já nas regiões do norte e nordeste, não é comum a deficiência desse micronutriente, já que o solo dessas regiões é muito rico em selênio [1].

Cozzolino fez um levantamento de selênio no território nacional, analisando o feijão, a carne bovina, a água e o solo. Os resultados mostraram que no Ceará, por exemplo, o feijão tem 1,2 µg de Se/g; em São Paulo, tem 0,016 µg de Se/g. Portanto, percebe-se que o teor de selênio é influenciado pelo meio ambiente em que a planta cresce [1,2]. 

Analisando os parâmetros bioquímicos relativos ao selênio obtidos para certos grupos da população brasileira nas regiões sudeste e centro-oeste, foram observados valores abaixo da média referida na literatura.

 Por sua vez, em estudo que realizamos em Macapá, onde a farinha de castanha-do-pará (ou castanha-do-brasil) é utilizada na merenda escolar, foi observado que todos os parâmetros bioquímicos analisados em crianças estavam muito acima dos valores de referência, indicando a necessidade de cuidado quanto aos possíveis efeitos adversos, como a toxicidade do selênio, que é alcançada em doses elevadas (acima de 400 µg ao dia), e está associada à fragilidade e perda de cabelo e unha, irritabilidade, fadiga, aborto e infertilidade [1,4]. 

A recomendação é de que um adulto consuma, no mínimo, de 55 a 70 microgramas por dia [4]. A castanha-do-pará contém, por grama, cerca de 25 a 49 µg/. Se, assim, com uma unidade já é possível encontrar cerca de 200 a 400 microgramas de selênio. No caso de uma criança, meia castanha seria suficiente, afirma Silvia Cozzolino [1]. 

Em relação ao zinco, as melhores fontes desse mineral são os mariscos, ostras, carnes vermelhas, fígado, miúdos e ovos. As nozes e as leguminosas também são fontes relativamente boas de zinco. 
- O consumo de zinco é influenciado pela fonte protéica da dieta, assim, dietas constituídas de ovos, leite, frango e peixe têm menor razão Zn/Proteína do que aquelas de mariscos, ostras e carnes vermelhas [2]. 

Um estudo realizado por Cozzolino avaliou a sua biodisponibilidade na dieta brasileira e constatou que, embora os resultados tenham sido bastante variáveis de um indivíduo a outro (pois o grupo era composto de dezoito adultos jovens do sexo masculino), os valores encontrados mostraram que a oferta do zinco não se mostra um problema de biodisponibilidade na dieta brasileira [1].

Contudo, apesar da biodisponibilidade do zinco não ser um problema na dieta brasileira, a deficiência desse mineral pode ocorrer, devido ao fato de que nem todos os brasileiros tem acesso às suas principais fontes, assim, como o selênio, que pode estar em falta na dieta em determinadas regiões do país, como vimos anteriormente. Assim, uma conduta possível para minimizar esse problema da deficiência desses importantes minerais na dieta seria a suplementação.  

Normalmente, a suplementação se aplica quando determinado nutriente é deficiente para um grande número de pessoas. Ela é adotada quando grupos específicos mostram deficiência maior em determinado nutriente – por exemplo, suplementação para gestantes, crianças, idosos, ou mesmo em determinadas regiões, onde os índices de deficiência de um determinado nutriente são maiores [1]. 

Porém, quando se pensa em programas de intervenção em suplementação, é indispensável prestar atenção às interações entre nutrientes. O excesso de determinado nutriente pode interferir na absorção de outro. A ocorrência de interações entre alimentos nas dietas é menos provável do que naquelas situações em que se introduz um composto químico isolado, por exemplo, numa solução aquosa [1].

Assim, concluímos que o ideal é sempre consumirmos os nutrientes através de uma alimentação saudável, já que estaremos consumindo-os em sua forma natural. Porém, em casos em que isso não pode ser feito, como no caso das regiões sudeste e centro-oeste, em que não há biodisponibilidade de selênio no solo, a suplementação pode ser implantada em casos de deficiência.

Referência:
[1] COZZOLINO, S. M. F. Deficiências de minerais. Estudos Avançados, São Paulo, v. 60, p. 119-126, 2007.
[2] MAIHARA, V. A.; GONZAGA, I. B.; SILVA, V. L.; FÁVARO, D. I. T.; VASCONCELLOS, M. B. A.; COZZOLINO, S. M. F. Daily dietary selenium intake of selected Brazilian population groups. Journal of Radioanalytical and Nuclear Chemistry, Akadémiai Kiadó, v. 259, n. 3, p. 465-468, 2004.
[3] FAVARO, D. I. T.; MAIHARA, V. A.; ARMELIN, M. J. A.; VASCONCELLOS, M. B. A.; COZZOLINO, S. M. F. Determination of As, Cd, Cr, Cu, Hg, Sb and Se concentrations by Radiochemical Neutron Activation Analysis in Different Brazilian Regional Diets. Journal of Radioanalytical and Nuclear Chemistry, v.181, n. 2, p. 385-394, 1994.
[4] KRAUSE. Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 11ª Edição. São Paulo. Editora Roca. 2005.
[5] MAFRA, D., COZZOLINO, S. M. F. Importância do zinco na nutrição humana. Rev. Nutr. vol.17 no.1 Campinas Jan./Mar. 2004.
http://www.rgnutri.com.br/sqv/saude/msb.php

Legalmente é obrigatória essa declaração abaixo:

As informações, sugestões e idéias apresentadas neste documento são apenas para informação e não devem ser interpretadas como conselhos médicos, diagnóstico de doenças, ou para efeitos de prescrição. Os leitores devem consultar seu médico antes de iniciar qualquer programa de tratamento alternativo. As informações contidas neste documento não devem ser usadas para substituir os serviços ou as instruções de um médico ou profissional de saúde qualificado.
Este produto não é destinado a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença, dor, ferimentos, deformidade ou condição física ou mental. Consulte sempre seu médico.